Amsterdã

Passeio de barco pelo rio Damrak
Passeio de barco pelo rio Damrak

Amsterdã era a cidade na Europa que eu mais queria conhecer (depois de Paris). Minha ansiedade me levou em janeiro pra lá. Mas a melhor época do ano para visitar Amsterdã é primavera ou verão (de abril à setembro). Porém eu queria passar meu aniversário lá e por isso fui no inverno. A próxima vez que eu for pra lá quero ir no final de março para ver o incrível „Parque das Orquídeas“ em Keukenhof (pequena cidade a 1:30 h de ônibus de Amsterdã).

O barco que fizemos o passeio
O barco que fizemos o passeio

O mais lindo da cidade na minha opinião são os canais e as mais de 400 pontes! Fizemos um passeio de barco pelo Rio Damrak, muito muito lindo! O passeio demorou uma hora e pagamos 16€ por pessoa, mas tem vários tipos de passeios de barcos, incluindo com jantar (podendo chegar a 130€ por pessoa).

Claro que eu já sabia que Amsterdã é conhecida como a „cidade das bicicletas“, mas mesmo assim eu me surpreendi com a quantidade! Estacionamentos lotados de bicicleta por toda cidade! Também dá pra alugar bicicleta para fazer um passeio pela cidade. Um colega meu que já morou lá, me disse que os holandeses não gostam de bicicletas novas e modernas, gostam das velhas e quanto mais barulhentas para eles melhor!


Amsterdã é realmente incrível com suas casas de fachadas coloridas e estreitas, seus canais… Apenas passear por suas ruas já é maravilhoso! O bom é que o centro é pequeno e dá pra fazer tudo a pé. Bater perna no Mercado de Flores também é legal! Lá comprei uns Klonpen (os típicos sapatos de madeira).

com os Klompen (típicos sapatos de madeira)
com os Klompen (típicos sapatos de madeira)
Mercado de Flores
Mercado de Flores

Quem gosta de museu vai se deliciar com Amsterdã. Lá tem o „Van Gogh Museu“, a „ Casa da Anne Frank Museu“, o „Rembrant Museu“, o „Madame Tussauds Museu“ (museo de cera)…

Nós não fomos em nenhum “Coffee Shop”, mas o mundo todo sabe que lá dá pra comprar maconha. Minha curiosidade nos levou a passar pelo Bairro da Luz Vermelha. Nós estávamos lá pela manhã, mas mesmo assim foi deprimente ver as prostitutas nas vitrines. Algumas já eram velhas.  Tanto a maconha nos “Coffee Shops” quanto as prostitutas no Bairro da Luz Vermelhas são legais em Amsterdã (e já viraram atração turística).

Poffertjes pro café de manhã
Poffertjes pro café de manhã

Quando estou em outro país, gosto de comer a comida típica, por isso no café da manhã comi Poffertjies (mini-panquecas) e no jantar também panquecas. Hummmm!!


E „onde se hospedar?“ você deve estar se perguntando. A próxima vez que eu for pra Amsterdã quero me hospedar numa „casa-barco “. A cidade tem mais ou menos 600 e eu quero uma em Jordaan (um dos melhores bairros para se hospedar). O preço não é muito bom, por volta de 240€ para 2 adultos e 2 crianças na alta estação, mas acho que vale a pena, nunca me hospedei num barco.

Um moinho de vento
Um moinho de vento

Apenas 20 minutos de trem se encontra a cidade pitoresca de Zaanse Schans com seus moinhos de vento e pequenas casas.


A cidade tem um charme especial a noite, é maravilhoso andar perto dos canais e ver as pontes iluminadas e seu reflexo na água! Preciso voltar à Amsterdã!!!


Write a comment

Comments: 0